Embaixada de Portugal na Turquia

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Bem-Vindo à Embaixada de Portugal em Ancara

Antes de viajar para a Turquia, consulte informações importantes da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas aqui.
 

Informações importantes

Sobre vistos e outros assuntos consulares aqui.

Sobre CONCESSÃO DA NACIONALIDADE AOS DESCENDENTES DE JUDEUS SEFARDITAS PORTUGUESES

Evento "Uma Casa Portuguesa" em Istambul - de 27 de abril a 6 de maio

O evento "Uma Casa Portuguesa", promovido pela Embaixada de Portugal em Ancara, AICEP E Camões IP, contando com a determinante colaboração do Hotel St. Regis, decorrerá em Istambul, de 27 de abril a 6 de maio, no referido Hotel.

Trata-se de uma iniciativa que visa transportar o nosso país para a Turquia, patenteando produtos portugueses, fado, cultura, gastronomia, design, mobiliário, luminária e recriando atmosferas e charmes de Portugal. Também será reconstituída uma casa de fados, de uma Lisboa boémia e plena de tradições, onde a artista Ana Lains nos encantará com a nostalgia da nossa canção. E todas as noites, com exceção dos Domingos, serão servidos jantares de culinária portuguesa, que nos trarão os aromas e sabores subtis da gastronomia nacional.

Venham visitar-nos!

Filme português "O Ornitólogo" venceu o Festival Internacional de Cinema de Istambul

O filme português "O Ornitólogo", realizado por João Rodrigues, foi galardoado com o prestigiado prémio de Melhor Filme, "Tulipa de Ouro", no Festival Internacional de Cinema de Istambul, organizado pela Fundação para as Artes e Cultura de Istambul (IKSV).

Trata-se de uma enorme honra para o cinema português, e para a cultura nacional, cumprindo notar que o Festival cumpriu a sua 36.ª edição, sendo o mais antigo e importante da Turquia.

Para além deste filme, o cartaz do certame integrou, ainda, cinco outras produções portuguesas: "No Quarto de Vanda", de Pedro Costa; "Porto", do brasileiro Gabe Klinger; "A Morte de Luís XIV", do espanhol Albert Serra; "E Agora? Lembra-me", de Joaquim Pinto; "A Arte da Sobrevivencia para Principiantes", do turco Burak Serbest, este último constituindo a primeira co-produção luso-turca de que há registo, na área do cinema.

Maior participação portuguesa de sempre no Festival Internacional de Cinema de Istambul

poster do festival

Entre os dias 5 e 15 de abril, decorrerá, em Istambul, a 36ª edição do Festival Internacional de Cinema de Istambul, o mais relevante festival do género na Turquia.

A participação portuguesa no referido certame, organizado pela importante Fundação de Istambul para a Arte e Cultura (IKSV), conta com o apoio da Embaixada de Portugal em Ancara e do Leitorado do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P..

Este ano serão seis as produções e co-produções portuguesas exibidas no âmbito do festival, sendo esta a maior participação de sempre de Portugal no certame – fruto de um trabalho sólido e continuado, no intuito de dar a conhecer a mestria e o talento nacionais na arte cinematográfica.

Os filmes em exibição serão os seguintes:

- O Ornitólogo, de João Pedro Rodrigues (Portugal, França, Brasil);
- No quarto de Vanda, de Pedro Costa (Portugal, Alemanha, Suiça);
- E Agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto (Portugal, Espanha);
- A morte de Luis XIV, de Albert Serra (Portugal, França, Espanha);
- Porto, de Gabe Klinger (Portugal, Polónia, Fransa, E.U.A.);
- A arte da sobrevivência para principiantes, de Burak Serbest (Portugal, Turquia, Roménia).

Para os horários das sessões e outras informações:
http://film.iksv.org/en

 

 

 

 

 

Relatório de Atividades da Comissão Nacional para os Direitos Humanos (CNDH) referente a 2016

O Relatório de Atividades da Comissão Nacional para os Direitos Humanos (CNDH), referente a 2016, elaborado em estreita colaboração com os vários membros da Comissão, encontra-se disponível na página da CNDH no Portal do Governo. Foi igualmente publicada uma versão em língua inglesa do sumário executivo do referido relatório:

http://www.portugal.gov.pt/media/26502993/cndh-relatorio-atividades-2016.pdf

http://www.portugal.gov.pt/media/26770966/cndh-relatorio-atividades-en-2016.pdf 

Plano de Atividades para 2017 da Comissão Nacional para os Direitos Humanos (CNDH)

O Plano de Atividades da Comissão Nacional para os Direitos Humanos (CNDH), tem por objetivo planificar e conferir uma visão estratégica aos trabalhos da CNDH para 2017. Nesse contexto, visa também contribuir para reforçar a qualidade e eficácia da ação da Comissão.

Para além de promover o cumprimento eficaz das obrigações internacionais de Potugal em matéria de direitos humanos, este plano inclui, ainda, propostas de atividades que os membros da CNDH pretendem desenvolver nas respetivas áreas de competência ao longo do corrente ano.

As versões em português e inglês encontram-se disponíveis na página CNDH no Portal do Governo:

http://www.portugal.gov.pt/media/26801723/plano-trabalho-cndh-2017-vf-pt.pdf

http://www.portugal.gov.pt/media/26801726/plano-trabalho-cndh-2017-vf-uk.pdf

 

Treinos de captação de futebol para atletas portugueses ou luso-descendentes

Cartaz 2017

A “SCOUT” irá realizar pela quarta vez em Lisboa treinos de captação de futebol exclusivamente para atletas portugueses ou luso-descendentes, que actuem fora do nosso país, nascidos em 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008.

Irá ainda realizar, pela primeira vez,  treinos de captação para Atletas Seniores Sub-23 exclusivamente para atletas portugueses ou luso-descendentes, que actuem fora do nosso país, nascidos em 1995, 1996, 1997 e 1998.

Os treinos realizam-se em Lisboa nos dias 29 e 30 de Julho de 2017.

As inscrições são limitadas e serão aceites por ordem de chegada.

Para mais informações consulte o site: www.scout.com.pt

Passado e Presente - Lisboa, capital ibero-americana de Cultura de 2017

A cidade de Lisboa foi eleita pela União das Cidades Capitais Ibero-Americanas para ser, em 2017, a Capital Cultural deste universo tão diversificado em termos de geografia, clima, cidadãos, línguas, economias, tradições, práticas culturais, linguagens artísticas, imaginários, legados culturais, criadores e que, no conjunto de todas as cidades, reúne mais de 120 milhões de pessoas oriundas da Península Ibérica, das Américas do Sul Central, México e dos países das suas diásporas.

Lisboa, hospitaleira e luminosa - atributos internacionalmente reconhecidos - será, ainda mais, um lugar de encontro, uma plataforma de convivialidade e de visibilidade de múltiplas formas de expressão e de outras tantas formas de receção. Não se confinará, contudo, à condição de lugar de chegadas e de partidas, como o anuncia a expressão Passado e Presente que antecede a designação Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura.

Em Lisboa poder-se-ão ver traços, rotas, testemunhos do Passado, nem sempre grandioso, nem sempre heróico. As narrativas das passagens e das presenças dos afrodescendentes transportados para as Américas serão reveladas através dos objetos que aqui foram deixados, vocábulos, topónimos; o mesmo se fará relativamente à presença dos latino-americanos migrantes dos dois lados do Atlântico, em trânsito conforme a maior ou menor adversidade das circunstâncias de um ou outro lado do Atlântico. Serão assim resgatadas, através de muitas atividades, as vidas, as expectativas e, naturalmente, as desilusões de quem aqui passou, parou ou aqui se estabeleceu. Em Lisboa se fará a História do que foi a invenção do Paraíso, os americanos Países de Futuro.

E ao Presente dedicaremos exposições, concertos, lições, cinemas, oriundos de cidades que, muitas vezes, entre si, distarão milhares de quilómetros, com cidadãos que, falando - como línguas da comunidade- o português e o castelhano, utilizam outras línguas maternais ou de adoção, articulando pronúncias diversas, do galego ao guarani. No Presente celebraremos a festividade conjugada com a criatividade e com a reflexão crítica, nem sempre consensual, decerto.

Na programação de Passado e Presente Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura, 2017 estão envolvidos mais de quarenta equipamentos culturais entre os quais os que dependem da Câmara Municipal de Lisboa e do Ministério da Cultura, a que se associaram outros de organizações culturais que responderam, com entusiasmo, à proposta da CML de se envolverem com projetos próprios tendo como referência a Carta Programática de Lisboa.

A programação contará com mais de centena e meia de atividades e nelas participarão centenas de artistas, produtores, professores, divulgadores, para, em conjunto com os lisboetas, construírem a Cidade Cultural.

Mais informação aqui: http://www.lisboacapitaliberoamericana.pt/

Contactos

Embaixada-foto

Embaixada e Secção Consular

Kırlangıç Sokak, n.º 39 Gaziosmanpaşa (GOP), Çankaya 

06700 Ankara 


 Embaixada

ankara@mne.pt

amboffice.ankara@mne.pt

Telef.: (+90) 312 405 41 09 


Secção Consular

sconsular.ankara@mne.pt

Telef.: (+90) 312 405 60 28/29 


Telefone de Emergência (24/7)

(+351) 217 929 714

Telemóvel de Emergência (24/7)

(+351) 96 170 64 72 ou (+90) 532 605 13 57 


Sugestões, elogios ou reclamações


Consulados Honorários

Antália

Istambul

Izmir

Azerbaijão (Baku)

Geórgia (Tbilisi)

Mais informação

Sugestões, elogios ou reclamações

Ligações úteis

 

Logo DRE                                                                                Logotipo Portal das Comunidades Portuguesas

carreiras-internacionais 150x56             

Logotipo Turismo de Portugal

Logotipo AICEP - Portugal Global

Logotipo Portugal Economy Probe

Logotipo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua

Logotipo Instituto Diplomático

Delegação da União Europeia na Turquia